Como superar o desânimo do seu dia a dia

Pessoas realizadas e bem-sucedidas atingem seus objetivos porque conseguem focar sua energia no que realmente importa.

Aprenda alguns passos para vencer o desânimo e buscar o que você deseja!

1. Seja grato pelo que tem
Concentre-se naquilo que já foi conquistado, não no que não tem e as coisas negativas. Olhe ao redor e agradeça pelas pessoas que te rodeiam, as situações que vive, as oportunidades que surgiram ao longo do caminho. Esta atitude fortalece seus valores e o reconhecimento das situações positivas que a pessoa tem em sua vida.

2. Viva o aqui agora
Prender-se ao passado e se preocupar-se demais com o futuro também são fatores relacionados ao desânimo. O primeiro comportamento causa sofrimento, pois geralmente as frustrações vem à tona. Enquanto o segundo gera muita ansiedade pois o foco é no futuro indefinido: foque no presente.

3. Concentre-se no que pode fazer
Concentre-se somente naquilo que depende de você e não só nos problemas, mas no que é preciso fazer para resolvê-los.
Encare este momento como algo transitório e inerente a vida, não o enxergue como algo que faz parte da tua identidade, apenas um estado emocional negativo que pode ser alterado. O que puder fazer para mudar, faça. O que não depender de você, aceite isso e não se sinta incompetente ou fracassado.

4. Toda vez que se sentir desanimado, sem sentido para fazer algo, lembre-se e conecte-se com seu propósito de vida, o que realmente importa para você e te motiva a seguir adiante. Esse propósito é o que todos nós buscamos, com motivação e garra.

5. Diante de cenários como esse devemos observar o que sentimos, como sentimos e, principalmente, quais pensamentos estão circulando em nossa mente. Eles são reais? Quais as evidências concretas e específicas dele?

6. Abra uma brecha na sua agenda diária e faça algo nem que sejam aquelas coisas pequenas que levantam o seu astral.

e lembre-se …. Não coloque desculpas como falta de tempo e organize-se para isso!

Clique aqui e assista ao vídeo completo sobre este assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *